Apanhado no ar III:

Passamos a vida a apanhar aviões emocionais uns para os outros.

MEC

[E era tão mais fácil se púdessemos ignorar os sinais encarnados e, simplesmente, atravessar a rua]