Changes. Always.

Noutro dia, numa qualquer série, um personagem perguntava a outro quando soube que “se tinha tornado um homem”. Ele hesitou, hesitou mas, mais tarde, acabou por dizer que foi quando soube que tinha passado a pôr o bem e felicidade dos outros em primeiro lugar. Hoje a Andorinha teve um dia desses. Em que apetece ser egoísta para n ter um desgosto. Deixar tudo como dantes. Convencer-se e aos outros que essa sim, seria a decisão certa. Enfiar a cabeça na areia e pensar que, se acreditarmos muito, nada muda. Mas, ao invés de tudo isso, da sua boca sairam apenas os merecidos parabéns. Foi um ano muito, muito bom:)

[Sei que só mudas para a secretária em frente, mas vais fazer tanta falta como se estivesses num outro país]