Devo ter cara de Dr.Phil…

…só isso explica o motivo que levou o taxista que me transportou hoje a isso-agora-n-interessa-para-o-caso, a contar-me a forma como todos os seus amigos e familiares mais chegados o tinham vilipendiado das mais diversas formas, citando NOMES COMPLETOS, ocupações profissionais e graus de parentesco. E como é que uma curta viagem se transformou no confessionário? Simples, da forma como todas as conversas se iniciam hoje em dia: comentando os brincos que o Cristiano Ronaldo ofereceu à sua nova cara-metade.

[fosse eu seguida por uma equipa de reportagem 24 Horas e não havia Tyra Banks que me parasse ]