E se…

…às xs, se fosse preciso, que alguém se”chegasse à frente”,e fizesse aquele gesto que já se tornou inesperado de tanto o anteciparmos, e querermos que abanasse o nosso mundo para sempre, até ao ponto de não termos fundações, mas sermos felizes por termos a oportunidade daquele ponto de partida?