Paz, pão, povo e liberdd

Se n fosse o 25 de Abril, o lápis azul seria sempre aquele que condicionaria a nossa mente. Celebremos, pois, a liberdade de pensar em technicolor.