Afinal quem matou o Eça?

Sábado.19h30. Trinta anos da Raquel. Ponto de encontro: Pastelaria Suiça, Praça da Figueira. Mantendo a tradição da aniversariante, a espera foi prolongada, mas valeu a pena. Uma hora depois deixávamos de estar nos dias de hoje para ser transportados à Lisboa dos anos 40, onde seríamos convidados para mais uma tertúlia do ilustre – e pouco estimado-crítico e editor literário, Dr. Eça de Morais. Foi este o enredo inicial criado pela “Bode Espiatório” e que deu o mote ao “Crime no Clube Literário”, um jantar em modo role-play, onde cada um dos convidados desempenha uma personagem suspeita de ter assassinado o anfitrião. Depois de colocados os adereços e memorizados os traços e trejeitos, é dar largas à imaginação e ao instinto de detective para, durante cerca de três horas, tentar descobrir qual dos presentes é o criminoso.

A Andorinha já tinha ouvido sobre este jantar mistério e (com)provou e gostou. Fica a descrição para aguçar o apetite:

A Experiência


Durante a 2ª Guerra Mundial, Lisboa tornou-se numa plataforma de informações e negócios. Todos os dias chegam a este fim de Continente milhares de refugiados de guerra. Neste ambiente cosmopolita, o Dr. Eça Morais convida as mais ilustres figuras para as tertúlias do seu Clube Literário, um lugar onde se fala de tudo menos de literatura. O Dr. Eça Morais prepara mais um serão inesquecível. Mas.. vai acontecer um crime hediondo. E todos vocês são suspeitos!!


O QUE É?
É uma peça de teatro, porque todos vão interpretar uma personagem. É um jogo, porque é preciso descobrir o assassino. É um jantar completo. É uma viagem no tempo, porque tudo (espaço, história, personagens, guarda-roupa, etc.) está relacionado com os anos 40.

dsc08359-50.jpg

dsc08389-50.jpg

dsc02453-copia-50.jpg

3 thoughts on “Afinal quem matou o Eça?

Os comentários estão fechados.