Hj sinto-me prisioneira de mim mesma. Encerrada num bunker sentimental [à espera que o meu outro apareça, de súbito, para me salvar]

Ficam os Beirut para acompanhar…

One thought on “

Os comentários estão fechados.