E então tu, o que é q fazes na vida?

Desde que mudou para a agência, a Andorinha tem alguma dificuldade em definir qual a sua categoria profissional. No contrato pode ler-se “técnico de relações públicas” e, internamente, sou apelidada de gestora de projecto, mas nada disso acaba com as minhas dúvidas existenciais sempre que chego àquele espacinho em que é suposto definir, em curtas palavras, o que faço todos os dias. N gosto de Relações Públicas, pela conotação-erradamente-negativa, a cheirar a revistas cor-de-rosa, decotes e noites longas. Também não me sinto confortável com técnica de comunicação, pq me parece demasiado redutor e detesto rotulações em inglês, como account ou project manager. Mas hj, um colega acertou na mouche, terminando a minha demanda pela designação perfeita. Segundo ele, somos “gestores de sensibilidades”. Para o ano, já sei o que escrever na minha declaração do IRS.