Cenas do dia do Pai II:

Para aproveitar a noite, decidi convidar o pai marquez -e a mãe, claro está- para uma ida ao cinema. Depois de uma complicada análise aos filmes em cartaz para descobrir os que eu ainda n tinha visto, os que a minha mãe n ia gostar e os que poderiam agradar ao homenageado, chegámos a consenso e decidimo-nos por experimentar as recém inauguradas salas do vizinho Campo Pequeno. Lá chegados, fomos comprar os bilhetes (n sem antes o pai marquez insistir em perguntar ao segurança mm depois de eu já ter visto no mapa onde eram as bilheteiras) , seguidos de um passeio pq “ainda tínhamos muito tempo”. Claro está q acabámos por ir em cima da hora, em passo apressado, e ainda esperámos por uma ida maternal “a los servicios”. Ao olhar para as salas temáticas, ficámos a ponderar qual seria a 6: se a kids, se a horror e acabámos por nos decidir por entregar os bilhetes ao “lanterninha” de serviço. Instalados numa sala cheia de imagens assustadoras, com cadeiras em pendant, começamos a ver aquilo que julgávamos ser a apresentação do “Labirinto do Fauno”, filme que já tinha ido ver com a Jordan, Lé e Cat J. Passado pouco tempo, disse q achava q estávamos na sala errada. Imediatamente, deu-se início a uma pequena conferência familiar e, já várias cenas passadas, e respectiva verificação de bilhetes com ajuda da luz do telemóvel, lá nos decidimos a sair e confirmar com o empregrado, que nos enfiou na sala ao lado, com 1001 desculpas. Desta x na kids, com imagens doMadagascar e do Cars por todo o lado, ainda nem estávamos sentados e já o Pai Marquez barafustava porque tinha perdido a carteira. Nova corrida, nova viagem à sala ao lado para voltar, vitorioso, com a dita. Findo o genérico, conseguimos, at last, ver o filme sossegados e eu fiquei muito mais elucidada sobre “certos traços” da minha pessoa;) Venha o próximo 19 de Março!

2 thoughts on “Cenas do dia do Pai II:

Os comentários estão fechados.